English Spanish Portuguese French

 

Chamada para Artigos
(Prazo prorrogado até 17 de março de 2017)

Associação para o Estudo da Diáspora Africana no Mundo
9a Conferência Bienal
Organizada pela Universidade Pablo de Olavide
Sevilha, Espanha

 

Perspetivas de Futuro Africanas/Diaspóricas: Novas Visões sobre o Poder, Intervenções, Imaginações e Pertença

7 a 11 de novembro de 2017, Sevilha, Espanha

Em 2015 as Nações Unidas deram início à Década Internacional de Afrodescendentes, destinada a reconhecer os descendentes da diáspora africana como um grupo distinto, cuja dignidade e direitos têm sido violados por todo o mundo. A Década Internacional de Afrodescendentes representa um compromisso global continuado no sentido de reconhecer, proteger e promover uma justiça social e inclusiva para os membros da diáspora africana. Atualmente, a Europa é um dos epicentros desse combate urgente contra as sistemáticas e prolongadas desigualdades sociais. As políticas de exclusão racial, particularmente as que envolvem africanos e afrodescendentes, tornam a colocar projetos racialmente facciosos na base da construção das suas nações.

A proteção e a promoção dos direitos humanos adquiriu maior importância e urgência com a crise de migração africana, bem como com outras migrações forçadas e semiforçadas com origem na Ásia Ocidental e na Europa de Leste. À medida que estes indivíduos e grupos têm vindo a procurar refúgio e uma participação humana e equitativa nas sociedades europeias, têm também vindo a colocar em causa os conceitos de formação do Estado e de cidadania já existentes, e continuam a forçar a criação de novas expressões e noções de “lar” e de pertença. Estes fluxos migratórios atuais são novas manifestações de uma longa relação entre a Europa e África, e entre a Europa e a diáspora africana, a qual abarca vários séculos.

A ASWAD convida à apresentação de propostas de painéis e artigos individuais no âmbito da sua 9.ª conferência bienal, que vai ter lugar em Sevilha, Espanha, entre os dias 7 e 11 de novembro de 2017, no campus da Universidade Pablo de Olavide, com vista a debater, examinar e refletir sobre a natureza crítica das interações e transformações que os afrodescendentes experienciam na sua diáspora, particularmente num contexto europeu. Enquanto organização interdisciplinar, a ASWAD convida à apresentação de artigos de académicos que façam luz sobre as vidas dos africanos e dos afrodescendentes e que podem ser oriundos das mais variadas disciplinas, incluindo das ciências sociais, ciências físicas, ciências da vida e artes performativas. Procuramos colaborar com comunidades intelectuais e de ativistas através de um diálogo sistemático sobre a diáspora, a raça e a cidadania, bem como sobre os padrões históricos e contemporâneos de formação racial.

Para além de académicos, a ASWAD estende o convite a artistas, ativistas, jornalistas e estudiosos independentes com um interesse específico sobre a diáspora africana. Estamos especialmente empenhados na criação de uma plataforma para grupos de negros europeus e ONG.

Encorajamos a apresentação de propostas que estejam em consonância com o tema da conferência. Os temas sugeridos para o painel incluem, entre outros:

  1. A Diáspora Africana, os Estados Modernos e as (Re)Concepções de Cidadania
  2. Humanitarismo e Direitos Humanos na Diáspora Africana Global
  3. O Movimento “Black Lives Matter” pelo Mundo
  4. A Diáspora Africana, os Aspetos Económicos e a Imigração para a/na Europa
  5. Religião, Poder e Costumes na Diáspora Africana
  6. A Diáspora Africana e as Artes e o Ativismo na Europa
  7. Espanha e a Diáspora Africana
  8. Escrever e Traduzir a Diáspora Africana e as Identidades Negras na Europa
  9. A Década Internacional de Afrodescendentes das Nações Unidas
  10. Música e Artes Performativas em África e na Diáspora Africana
  11. Pedagogia, Ensino Superior e Ativismo
  12. Constructos Sociais sobre a Comunidade Negra LGBTQIA
  13. Trabalho e Organização em Contextos Locais e Internacionais
  14. Ativismo e as Novas Tecnologias e Meios de Comunicação Social
  15. Perspetivas de Futuro para a Diáspora Africana: Desafios e Oportunidades
  16. Ingredientes para o Futuro: Reimaginações Coletivas Através da Migração
  17. Reimaginar os Espaços Sociais e as Identidades Coletivas

A cidade de Sevilha foi classificada como património mundial pela UNESCO. Trata-se de uma antiga capital medieval de reinos euroafricanos, tanto muçulmanos como cristãos, tendo sido posteriormente o centro do império mundial espanhol no início da era moderna. A cidade é um eixo central da história da diáspora africana, com uma herança viva de ligações entre a Europa, a América e África. A Universidade Pablo de Olavide, organizadora da conferência de 2017 da ASWAD, tem vindo a comprovar o seu empenho na cooperação internacional e na justiça social.

 

Destaques para 2017
(mais informações em breve):

 

Sexta-feira, 10 de novembro
As Raízes Africanas e Afro-americanas do Flamenco

Gratuito e aberto a todas as pessoas inscritas na conferência
Workshop e espetáculo: Paraninfo, Universidade Pablo de Olavide

Esta atividade (que combina uma atuação de Flamenco com artistas profissionais de topo que irão colaborar no evento e uma exposição e instalação) está prevista para o momento de encerramento da conferência (sexta-feira à noite). Irá associar imagens, explicações breves e atuações de Flamenco para apresentar esta forma de arte (música, canções e dança) aos participantes na conferência. O Flamenco é uma experiência artística intensa, criada por marinheiros, escravos e trabalhadores portuários através da mistura nascida da viagem da música africana para a Andaluzia, da Andaluzia para a América e de volta à Andaluzia, espelhando os fluxos da diáspora africana na evolução da sua própria música e dança.

 

Sexta-feira, 11 de novembro
A Rota de Escravos entre Sagres e Sevilha: Da Idade Média aos Nossos Tempos

Necessita de inscrição prévia: 80€. Número de lugares limitado
Receção: Os participantes terão autocarros para os transportar desde os hotéis
Importante: Trazer um passaporte válido para o espaço Schengen

Esta excursão, com a duração de um dia, irá levar-nos ao castelo de Sagres e à sua vista panorâmica, no extremo sul de Portugal, local onde os portugueses deram início, no século XV, à conquista de África, ao tráfico de escravos e às trocas comerciais com este continente. A partir daí, regressaremos a Sevilha através da rota que era utilizada para transportar os escravos para esta cidade. Faremos uma paragem em Lagos, o mais antigo mercado de escravos construído na Europa. Seguidamente, atravessaremos o rio Guadiana para entrar em Espanha, na zona de Aiamonte, Gibraléon e Niebla, onde existe desde há longa data uma presença significativa de afrodescendentes (que chegaram em navios negreiros e de pesca), os quais constituem os únicos grupos em Espanha que preservaram a sua memória histórica, nome e identidade num contexto de pobreza e isolamento e sujeitos à curiosidade sem escrúpulos dos jornalistas, especialmente entre as décadas de 1950 e 1970.

Seguidamente, faremos a ligação com a atual migração africana para a região de Huelva, resultante do rápido crescimento do cultivo intensivo de morangos, um trabalho extremamente árduo, realizado sob condições económicas e sociais bastante difíceis. Em 2004, a problemática das condições de trabalho dos trabalhadores africanos na agricultura espanhola resultou em conflitos a nível local, tendo acabado por originar um movimento de protesto de âmbito internacional. Tanto as associações locais como as ONG mantêm o seu esforço de melhoria das condições de vida dos migrantes recentes.

 

Sábado, 11 de novembro; domingo, 12 de novembro
Passeio a Pé pela Sevilha Africana: Herança e Ativismo

Gratuito e aberto a todas as pessoas inscritas na conferência
Necessita de inscrição prévia
Ponto de encontro: Estação de Metro de San Bernardo

Este passeio a pé por Sevilha permitirá aos participantes explorar as ligações centenárias entre a cidade e o continente africano. O percurso inclui inúmeros locais historicamente significativos, desde os passos da Catedral onde os escravos eram vendidos, até às atuais associações e locais de ativismo e encontro, fazendo a ligação entre os séculos de tradições das irmandades de negros (“negritos”) e mestiços (“mulatos”) e a marca de artistas únicos como o artista de origem cubana Antonio Machin.

 

Instruções para a Apresentação de Propostas

No processo de apreciação será dada prioridade às propostas de painel completo. Os proponentes devem apresentar propostas com o máximo de 200 palavras e painéis temáticos compostos por um número máximo de quatro conferencistas, acompanhados por um possível moderador. As propostas têm de incluir resumos dos artigos com não mais do que 150 palavras e biografias com um máximo de 50 palavras por apresentador. Todos os participantes têm de ser membros da ASWAD com a sua situação regularizada à data da apresentação dos artigos. O prazo para a apresentação das Propostas de Painel/Artigos termina a 17 de março de 2017, estando previsto o aviso de aceitação para 21 de abril de 2017. A confirmação da participação e o pagamento da inscrição na conferência devem ser efetuados até 30 de junho de 2017.

Submissão da proposta

 

Sessões de Orientação:

A conferência de 2017 da ASWAD contará com sessões de orientação abertas aos participantes inscritos na conferência (os detalhes sobre a inscrição serão publicados em data posterior).

  • Ser Professor Enquanto Negro(a): Navegar pelos Processos de Integração nos Quadros e de Promoção (dirigida aos profissionais em início e meio de carreira)
  • Construir uma Carreira Sustentável no Meio Académico (dirigida a profissionais pós-graduados avançados e em início de carreira, com a intervenção de conferencistas que irão debater os mercados de trabalho para doutorados e os mercados de trabalho alternativos, bem como a preparação de materiais para o mercado académico)
  • Construir uma Carreira Pós-Graduada Sustentável (dirigida para profissionais em ascensão e em início de carreira)

 

Alojamento/Reservas de Hotel:

Sevilha é um destino turístico muito procurado, que oferece alojamento de vários tipos e para as mais variadas carteiras. Estão disponíveis preços especiais para os participantes na conferência da ASWAD de 2017 nos seguintes hotéis, os quais foram selecionados pela conveniência da sua localização e pela boa ligação de transportes públicos ao campus da Universidade de Pablo Olavide (principal local da conferência), à zona histórica da cidade e a todos os principais centros de transportes.

 

Hotel NH Sevilla Collection

Avda Diego Martinez Barrio, 8, 41013 Sevilla
Contato: Manolo Cortes
Email: nhcollectionsevilla@nh-hotels.com
Tel: +34 954 54 85 00
http://www.nh-hoteles.es/hotel/nh-collection-sevilla

  • Código(s) de desconto: ASWAD
  • Final do prazo para o preço especial para participantes: 1 SETEMBRO DE 2017

. Quarto Duplo para utilização individual: 104€+ 10% de IVA por noite e quarto.

. Quarto Duplo: 155€+ 10% de IVA por noite e quarto.

 

Hotel NH Sevilla Viapol

Calle Balbino Marrón, 9, 41018 Sevilla
Contato: Sofia Rodriguez
Email: nhviapol@nh-hotels.com
Tel: +34 954 64 52 54
http://www.nh-hoteles.es/hotel/nh-sevilla-viapol

  • Código(s) de desconto: ASWAD
  • Final do prazo para o preço especial para participantes: 1 SETEMBRO DE 2017

. Quarto Duplo para utilização individual: 99€+ 10% de IVA por noite e quarto.

. Quarto Duplo: 140€+ 10% de IVA por noite e quarto.

 

Hotel Hesperia Sevilla

Av. Eduardo Dato, 49, 41018 Sevilla
Contato: Antonio Silva
Email: a.silva@nh-hotels.com
Tel: +34 954 54 83 00
http://www.nh-hoteles.es/hotel/hesperia-sevilla

  • Código(s) de desconto: ASWAD
  • Final do prazo para o preço especial para participantes: 1 SETEMBRO DE 2017

. Quarto Duplo para utilização individual: 99€+ 10% de IVA por noite e quarto.

. Quarto Duplo: 140€+ 10% de IVA por noite e quarto.

 

Hotel Sevilla Center

Av. de la Buhaira, 24, 41018 Sevilla
Reservar um quarto, email aswad@viajesorinoco.com
Tel: +34 954 54 95 00
http://www.hotelescenter.es/hotel-sevilla-center/

. Quarto Duplo para utilização individual: 95€+ 10% de IVA por noite e quarto.

  • Código(s) de desconto: Nenhum código necessário
  • Final do prazo para o preço especial para participantes: 1 SETEMBRO DE 2017

 

Informações sobre os transportes:
Aeroporto(s) mais próximo(s)

Sevilha
O aeroporto da cidade de Sevilha (Sevilla San Pablo) tem boas ligações com a zona onde ficam situados os hotéis. A viagem demora cerca de 20 minutos, tanto de táxi (22€ a 25€) como pelo autocarro do aeroporto (4€ por pessoa).

Málaga
O aeroporto Malaga Costa del Sol, situado em Málaga – uma importante estância de férias junto ao Mar Mediterrâneo – tem ligações diretas com vários destinos da Europa e do resto do mundo. Os transportes para Sevilha são frequentes e confortáveis. Existe um comboio pendular no aeroporto que transporta os viajantes diretamente para a estação principal de Málaga (1,70€ por pessoa), de onde partem comboios aproximadamente a cada hora para a estação de Santa Justa, em Sevilha (24€ a 40€, dependendo da hora e da velocidade). Aconselha-se vivamente a reserva online dos bilhetes para as viagens de longa distância em: http://www.renfe.com. A principal estação de camionetas de Málaga está situada mesmo junto à sua principal estação de comboios (Maria Zambrano). Estão disponíveis ligações diretas por camioneta, sem paragens, entre Málaga e Sevilha (19€ a 26€ por pessoa). Os horários e os bilhetes podem ser obtidos em: http://www.alsa.com Note-se que o destino da camioneta em Sevilha é a estação de Plaza de Armas (ver abaixo).

Madrid
O aeroporto de Madrid (Madrid Barajas-Alfonso Suarez) tem ligações com a maior parte dos países do mundo. Há vários voos diários entre Madrid e o aeroporto de Sevilha.

O transfer por comboio entre Madrid e Sevilha é também uma boa opção. Existe um comboio pendular no aeroporto que transporta os viajantes até à estação de Madrid-Atocha (1,70€ por pessoa), a partir da qual saem comboios de alta velocidade para Sevilha, em intervalos de aproximadamente uma hora (40€ a 80€ por pessoa). A viagem até à Estação de Santa Justa tem a duração de 2 horas e 30 minutos. Aconselha-se vivamente a reserva online dos bilhetes para as viagens de longa distância em: www.renfe.com

  • Estação de comboios
    A principal estação de comboios com ligação entre Sevilha e Málaga (1h55m) e Sevilha e Madrid (2h30m) por comboio de alta velocidade é a estação de Santa Justa. Aconselha-se vivamente a reserva online dos bilhetes para as viagens de longa distância em: www.renfe.com
  • ¥ Estação de camionetas de Plaza de Armas
    A principal estação de camionetas é a estação de Plaza de Armas, situada junto ao rio. Oferece uma ligação direta a Málaga (viagem de 3 horas, bilhetes disponíveis em www.alsa.es) e a Madrid (viagem de 6 horas, bilhetes disponíveis em www.socibus.es).

 

Transportes para a conferência:

Os hotéis propostos para a conferência beneficiam de uma ligação direta por metropolitano (só existe uma linha) para o Campus de Pablo de Olavide a partir da paragem de San Bernardo (NH Viapol, NH Collection e Sevilla Center) ou da paragem de Nervión (Hesperia). Tanto o metro como o elétrico (só existe uma linha) fazem a ligação entre a zona dos hotéis e a zona histórica da cidade.

 

Refeições em conferências:

Almoço e café / chá incluído para todos os participantes registrados.

Jantar da conferência no Hotel NH Collection: 55€ por pessoa

 

Comissão Responsável pelo Programa

  • Sonya Maria Johnson (Co-Presidente)
  • Benjamin Talton (Co-Presidente)
  • Peggy Piesche
  • Walter Rucker
  • Deborah Thomas

 

Comissão de Organização Local (LAC)

  • Herman Bennett
  • Evelyne Laurent-Perrault
  • Igor Pérez Tostado

 

Todos os inquéritos da conferência (à excepção da submissão e da sociedade da proposta) devem ser enviados a: aswadprogram2017@gmail.com